NOTÍCIA ROTEIRO TURISMO

Bar Caju inicia operação em Copacabana com inspiração 100% brasileira

single image
Ele faz parte da cultura brasileira. Está na literatura, na poesia, na música, na pintura e na gastronomia. Na cozinha, seu uso é extremamente versátil, sendo usado no preparo de entradas, drinks, sobremesas, vinagretes, sucos e outras diversas receitas, doces ou salgadas. Este é o caju, ingrediente tipicamente brasileiro. Ele e a autêntica gastronomia do Brasil são os focos do novo espaço de Copacabana, o bar Caju.

A nova casa, ao lado da Praça Demétrio Ribeiro, apresenta uma proposta diferenciada para a região. Por lá, entregam-se drinks de qualidade, menu elaborado pelo experiente chef Rodrigo Sant’Anna, boa comida e tudo isso em um espaço moderno e descontraído.

Chef consultor da nova casa, Rodrigo apresenta interessantes opções preparadas com o pseudofruto, como o Vinagrete de polvo com caju (acompanha chips de mandioca. R$ 35) e o CajuBurger (150g de cupim, mix de queijos, cebola crocante e maionese de caju com pimenta de cheiro. R$ 28).

Em 2009 Rodrigo Sant’Anna fundou a DuoChefs, iniciativa com foco em formação profissional na área gastronômica. O chef também atuou na cozinha do Refeitório RJ, restaurante no Centro do Rio com conceito de comida de raiz e menus diários que respeitam as sazonalidades dos alimentos.

No cardápio do Caju, os clássicos de boteco também têm espaço. Pega na moela (moela de pato com aipim na manteiga de garrafa e fatias de pão. R$ 26), Linguaruda da vovó (saladinha fria com língua de boi e torrada de foccacia. R$ 28), Vaca Louca (bolinho de costela com aipim na farinha de pão. R$ 28, quatro unidades), Torresmada (R$ 22) e Caldo de feijoada (acompanha queijo parmesão ralado e croutons. R$ 15) são opções.

Com seus coquetéis autorais, batidas artesanais, caipis e G&Ts, o Caju também promete conquistar fãs. Começando pela batida Querido Caju (purê de caju e limão. R$ 10), passando pelo tradicional Caju Amigo (R$ 25), o Bramble carioca (cachaça Sete Engenhos Cerejeira, purê de caju, cajuína, limão e açúcar. R$ 27), até o Carolina, canela e cajuína (Gin Amázzoni, cajuína, xarope artesanal de especiarias, canela em pau, tônica e espuma de caju. R$ 26). Criação da bartender Priscilla Pulcheiro, a carta de bebidas também apresenta opções de cerveja e vinhos, além dos coquetéis clássicos.

A essência brasileira do Caju também se apresenta em sua música. A trilha sonora do bar é desenvolvida pelos DJs Lili Prohmann e Silvio Maranhão, e contempla tanto clássicos quanto canções contemporâneas.

Além do funcionamento no bar, a equipe também prevê a realização de atividades no entorno do bar, com ocupação do espaço público, a partir de atividades musicais/artísticas na Praça Demétrio Ribeiro, por exemplo. O objetivo, além de garantir entretenimento de qualidade aos clientes e moradores da região, é movimentar as ruas e combater a insegurança da área.

Serviço – Caju

Endereço: Praça Demétrio Ribeiro, 97 Loja C
Telefone: (21) 3264-3713
Horários: Terça e quarta-feira de 18h à 0h. Quinta de 18h à 1h. Sexta de 18h às 1h30. Sábado de 14h às 1h30. Domingo de 14h às 22h

Você pode gostar