Cine & Cia

Sabor, Cine & Cia – The Lunch Box

single image

O coração de um homem se alcança pelo estômago – Por Paulo Bracarense 

“Dabbawallahs” são entregadores de marmitas em Mumbai na Índia. Eles entregam tanto marmitas caseiras como as feitas em restaurantes. Estima-se que compõem uma comunidade de cerca de 5.000 homens, sempre vestidos de túnicas brancas e aquele chapeuzinho de pasteleiro chamado de “bibico”. O filme informa no seu início que a Universidade de Harvard analisou o sistema de entregas e concluiu que a chance de uma marmita ser entregue em um endereço errado é de uma para 1 milhão.

“The Lunch Box” mostra um pouco a forma como os “Dabba” trabalham, utilizando carrinhos, bicicletas e o sistema de transporte público de Mumbai, especialmente os trens, através da história de uma entrega errada de marmita. Ila (Nimrat Kaur) é uma jovem esposa, mãe de uma menina, que está vendo seu casamento arruinar-se; chega a desconfiar da fidelidade do marido. Com o apoio de sua tia, que mora no andar superior ao seu e que só tem presença no filme pela sua voz, Ila tenta reconquistar o afeto e a atenção de seu marido pelo estômago. Para tanto incrementa as refeições que serão mandadas para ele pelo sistema “Dabbawallahs” (marmita ou lunch box).

Esse improvável erro acaba envolvendo Saajan Fernandes, interpretado magistralmente por Irrfan Khan, um servidor público impecável que trabalha em um sistema de reclamações contábeis e que está prestes a se aposentar. A viuvez recente de Fernandes o torna um ser triste e solitário e que recebe a sua marmita de um restaurante sem grandes pretensões. As caprichadas refeições preparadas por Ila são destinadas erradamente a Fernandes, sem que ele se dê conta da troca.

A reação de indiferença do marido de Ila a faz descobrir que os seus preparos estão sendo destinados a outra pessoa. Ela então escreve um bilhete relatando o engano, que segue dentro de uma das comportas da marmita. Inicia-se então uma intensa e significativa troca de correspondência entre o servidor maduro e a jovem esposa, que começa tratando das refeições e avança rapidamente para um comprometimento entre dois seres solitários.

Um dos pratos que Fernandes recebe de Ila é um Paneer Butter Massala, o preferido do esposo dela. Paneer é um queijo indiano, uma espécie de queijo cottage. Ele é deitado em um purê de tomate, cuja base é feita de pasta de cebola, tomate picado e triturado, com o acompanhamento de pasta de gengibre e alho, manteiga, sal, “kashimiri red chilli powder”, folhas secas de feno grego e uma mistura quente chamada “Garam Masala”. Alguns dos ingredientes mais comuns do “Garam Massala” são: grãos de pimenta preta e branca, cravinho, louro, cominho, sementes de canela, cardamomo, noz-moscada, anis e sementes de coentro. É um dos pratos mais tradicionais da culinária indiana e pode eventualmente ser preparado com frango, o “Paneer Tikka Massala”.

Dois pratos de cordeiro são apresentados no filme: O picante “Roghan Josh” que é um tradicional cozido de cordeiro preparado com mais de dez especiarias e o “Passanda”, típico do norte da Índia e do Paquistão, que é um cordeiro com iogurte e verduras que é servido a Fernandes na visita que faz ao seu futuro substituto, o meio atrapalhado Shaikh (Nawazuddin Siddiqui). O filme recebeu 20 prêmios e mais de outras 30 indicações e naturalmente é muito superior às outras produções de Bollywood, o centro de produções cinematográficas da ìndia.

Você pode gostar