Cine & Cia

Sabor, Cine & Cia – Gemma Bovery

single image

O fim da tranquilidade e do equilíbrio – Por Paulo Bracarense 

O pão é tão importante na cultura francesa a ponto de na entrada da primavera se organizar em toda a França “la fête du pain”. Os famosos “baguettes e croissants” são presenças certas em todas as regiões, embora existam certos pães característicos das diferentes regiões do país e alguns mestres têm a sua especialidade. No filme o “chef boulanger” Martin Joubert (Fabrice Luchini) tem como sua especialidade o “graines de tournesol”, o pão de grãos de girassol. Ele apresenta essa sua preciosidade a Gemma Bovery e ao seu marido Charles (Jason Fleming) na primeira visita que fazer à sua padaria. Ela fica também deslumbrada pelo “coquinette”, um pão multicereal com grãos de linhaça. Gemma Bovery é a personagem da exuberante atriz inglesa Gemma Arterton.

Martin voltou há sete para a Normandia para dar continuidade ao ofício de seu pai, na panificação que ele lhe deixou, após passar doze anos em Paris envolvido com a redação de notas sobre teses universitárias para uma editora. Gemma e Charles acabam de atravessar o Canal da Mancha para se estabelecerem na cidadezinha normanda. Ele é restaurador e ela pintora diletante. Serão vizinhos de Martin, sua esposa e seu filho.

O que chama a atenção de Martin é a enorme coincidência de um casal chamado Charles e Gemma Bovery mudarem-se para a Normandia, justamente o local em que Flaubert escreveu seu polêmico romance Madame Bovary, na qual a protagonista Emma Bovary é casada com o médico Charles Bovary. O livro de Flaubert foi escrito em 1857 e foi um escândalo para a época. Além de tratar do tema do adultério, o livro faz severas críticas à igreja e à burguesia da ocasião.

gemma bovery 2

O longa foi baseado nos quadrinhos de Posy Simmonds que tem Madame Bovary como referência. As semelhanças entre Gemma Bovery e Emma Bovary não passam da superficialidade pelo envolvimento de ambas em casos de adultério. Enquanto Emma é uma interiorana insatisfeita com suas limitas condições buscando luxo e glamour a inquietação da inglesa cosmopolita Gemma é com a vida entediante ao lado marido e dos poucos amigos que fazem em território francês.

Gemma será apresentada à panificação francesa por Martin que fica hipnotizado com a beleza da vizinha e com os paralelos entre ela e a personagem de Flaubert, autor do qual é um aficionado. A preocupação do chef padeiro é com o destino de Gemma, uma vez que Emma suicida-se com Arsênico. A tranquilidade e o equilíbrio que buscou no interior terminam com a chegada do casal inglês, com quem Martin envolve-se cada dia mais, especialmente com ela. A cena em que a convida para sovar uma massa de pão após apresentar-lhe os mais famosos produtos da panificação francesa é marcante. Ela conhecerá além do “pain brioché”, o “baguette epi”, recheado com bacon, e mais uma série da deliciosa panificação francesa.

Você pode gostar