Cine & Cia

Sabor, Cine & Cia – A 100 passos de um sonho

single image

a 100 passos

Comidas são memórias – Por Paulo Bracarense

Hassan Kadan (Manish Dayal) é um jovem nascido em Mumbai na Índia e desde menino já mostra grande interesse e habilidades especiais com alimentos e sua transformação. Sua principal mestra é a mãe, que faz da culinária não só um estilo de vida, mas a sua própria filosofia. Hassan relata que houve algum tipo de eleições e que nelas há quem perdeu e há quem ganhou. Sua família perdeu tudo, inclusive seu restaurante que foi queimado. Pouco depois morre sua mãe e o seu pai Papa Kadam (Om Puri) resolve levar a família para a Inglaterra. Além de Hassan, são mais dois casais de irmãos, um casal de jovens e outro de crianças.

Mas a aventura inglesa da família não dá certo. Frustra-se a tentativa de reativar o restaurante. Hassan sente que falta algo para os vegetais na Inglaterra, eles não têm vida. Decidem ir para a França e viajam para o sul do país, meio sem destino certo. O acaso faz com que se fixem na pequena Saint Antonin, um vilarejo perto de Toulouse, capital da Região do Midi-Pirineus no sudoeste francês, região famosa por possuir uma enormidade de produtos com selo de identificação e qualidade como o queijo Roquefort, um de seus mais famosos produtos.

A providência do destino consubstancia-se em uma falha nos freios da camionete em que viajava a família Kadan. Quem os socorre é Marguerite (Charlotte Le Bon), a “sous chef” do requintado “Le Saule Pleurer” que é o nome francês da árvore conhecida aqui como chorão. Ela serve uma bela refeição frugal para seus convidados: o pão foi ela quem fez, o azeite vem das oliveiras do jardim, que seu tio prepara todos os anos e o queijo é das vacas do campo de trás de sua casa, totalmente natural. Ainda tem verduras como belíssimos tomates e rabanetes, conservas de pepino e cebola e frutas.

Papa Kadan entende o gesto como de boas-vindas e resolve instalar-se com a família na pequena cidade, apesar da resistência dos filhos mais velhos. Encontra um velho barracão que já havia sido um restaurante para instalar o seu “Maison Mubai” de comida típica indiana. Ocorre que o novo restaurante é exatamente em frente ao “Le Saule Pleurer”, cuja proprietária, a empertigada Madame Mallory (Helen Mirren) fará de tudo para não permitir nenhuma concorrência, em particular de um estabelecimento absolutamente sem nenhuma classe. A insistência de Papa Kadan vai fazer com que Mallory abra uma verdadeira guerra sem trincheiras contra o vizinho.

Este conflito revelará cenas marcantes da cozinha, salão e culinária dos dois estilos de gastronomia, desde a compra dos ingredientes em belos mercados de frutas, verduras e peixes até os segredos dos preparos. Em uma reprimenda aos seus cozinheiros Madame Mallory mostra um aspargo meio murcho que guardou da noite anterior dizendo: “Nesse restaurante a cozinha não é um velho e cansado casamento. É uma paixão ardente, sem fim”. Essa exigência de qualidade já lhe garantiu há trinta anos uma estrela do famoso Guia Michelin. E ela tem estado aflita durante todos esses anos pela segunda estrela.

Hassan e Marguerite começam a cultivar uma amizade. Ela lhe dá alguns livros de culinária francesa, como o famoso “Le livre de Cuisine” de Jules Gouffé, conhecido como o apóstolo da cozinha decorativa.  Ela começou a trabalhar na cozinha ainda muito cedo, com cerca de doze anos de idade. Foi quando aprendeu a fazer os cinco molhos básicos da culinária francesa: “bechamel”, “velouté”, “hollandaise”, “ tomato” e “espagnole”.  Em certa ocasião ela fala para Hassan que Madame Mallory consegue distinguir um bom chef somente com uma pequena porção de um omelete preparada pelo candidato a cozinheiro.

Os conflitos parecem não ter fim. As manifestações de xenofobia levam a disputa a limites perigosos, mas que ao final proporcionará uma aproximação entre os proprietários dos dois restaurantes. O filme traz muitos detalhes da culinária indiana e um pouco da francesa. Os ingredientes são tão bonitos como as paisagens dessa região. Com certeza agradará aos aficionados por gastronomia.

Você pode gostar